quarta-feira, 29 de abril de 2009

Fotos do curso de artesanato/macramê em Águas de Lindóia/SP

No dia 28 de abril foi realizada uma oficina de artesanato em macramê com moradoras rurais da cidade de Águas de Lindóia. Além de aprender a utilizar o material, as participantes conversaram sobre a relação da oficina com conservação ambiental, discutindo questões como reaproveitamento de materiais, diminuição da quantidade de lixo, geração de renda de forma sustentável etc.

Veja abaixo algumas fotos da atividade:





O projeto "De Olho nos Rios" visa contribuir para a conservação e proteção dos mananciais de abastecimento formadores das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. Para tal, promove ações de gestão integrada desses recursos hídricos junto à população rural de 19 municípios da região. Todas as ações previstas no projeto têm como objetivo o resgate cultural, a independência e geração de consciência crítica do público envolvido e a geração de emprego e renda através da implantação de alternativas econômicas junto à população rural. O projeto tem apoio da CATI regional de Bragança Paulista e patrocínio da Petrobras, através da Petrobras Ambiental.




Novos moradores no Centro Brasileiro de Felinos Selvagens

O Centro Brasileiro de Felinos Selvagens - CBFS ganhou dois novos moradores. No dia 31 de março nasceu Pitango, um filhote macho de jaguatirica. Pitango é filho de Amora, de 7 anos, com o macho Pig. Veja abaixo as fotos da mãe com seu bebê.




Pitango nasceu em cativeiro e receberá todo o cuidado de sua mãe e da equipe de veterinários do CBFS. Mas alguns felinos são tirados drasticamente da vida livre. É o caso de um filhotinho macho de gato-do-mato-pequeno que chegou na Mata Ciliar no dia 23 de abril.

Ele foi encontrado em Paulínia, na região de Campinas, num local onde estavam fazendo terraplanagem para uma obra de gasoduto. Provavelmente a mãe abandonou o filhote por ter se assustado. O fihote tem apenas entre 25 e 30 dias de vida e está sendo alimentado com leite artificial. Todos estão de prontidão e cuidando do bebezinho da melhor forma possível, visando que ele se saia bem mesmo sem o cuidado de sua mãe natural.

Veja abaixo uma foto e um vídeo do "gatinho":

video





Proposta de implantação de coleta de óleo usado em bairros rurais de Pinhalzinho

No dia 20 de abril foi realizada uma palestra para professores de escolas rurais na Escola Municipal Padre Itamar da Silva, em Pinhalzinho/SP. A idéia foi apresentar o programa “Óleo Vivo” e a proposta de implantar a coleta de óleo nos bairros rurais da cidade. Veja mais informações sobre o trabalho de coleta de óleo usado aqui.



O trabalho de coleta de óleo já vem sendo realizado pela Conexão Araucária – Projeto Jovens de Pinhalzinho há alguns meses em estabelecimentos comerciais na área urbana da cidade. A Conexão Araucária consiste num grupo de estudantes que desenvolve ações em parceria com o “De Olho nos Rios” no município de Pinhalzinho.

A conexão também coordenou esta semana uma atividade com alunos da EMEF Othília Fornari de Lima, que fizeram o nivelamento da área para implantação do viveiro na Escola Estadual Estanislau Augusto.

O projeto "De Olho nos Rios" visa contribuir para a conservação e proteção dos mananciais de abastecimento formadores das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. Para tal, promove ações de gestão integrada desses recursos hídricos junto à população rural de 19 municípios da região. Todas as ações previstas no projeto têm como objetivo o resgate cultural, a independência e geração de consciência crítica do público envolvido e a geração de emprego e renda através da implantação de alternativas econômicas junto à população rural. O projeto tem apoio da CATI regional de Bragança Paulista e patrocínio da Petrobras, através da Petrobras Ambiental.


sexta-feira, 24 de abril de 2009


Curso de Moda Caipira é destaque em Portal de Moda Consciente

O curso de Costura em Retalhos - Moda Caipira, atividade a ser realizada pelo "De Olho nos Rios" no município de Águas de Lindóia no dia 28/04 (e posteriormente em junho em Bragança Paulista) é destaque esta semana no portal TV Moda que Muda - http://www.modaquemuda.com.br/#/panopramanga

A TV digital é um projeto para divulgar ações de moda consciente, educação ambiental e iniciativas na área de melhoria ambiental e social. No mês de maio a TV fará uma entrevista com Jorge Bellix, coordenador do projeto, sobre todas as atividades desenvolvidas. Aguarde novidades!



O projeto "De Olho nos Rios" visa contribuir para a conservação e proteção dos mananciais de abastecimento formadores das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. Para tal, promove ações de gestão integrada desses recursos hídricos junto à população rural de 19 municípios da região. Todas as ações previstas no projeto têm como objetivo o resgate cultural, a independência e geração de consciência crítica do público envolvido e a geração de emprego e renda através da implantação de alternativas econômicas junto à população rural. O projeto tem apoio da CATI regional de Bragança Paulista e patrocínio da Petrobras, através da Petrobras Ambiental.


quarta-feira, 22 de abril de 2009




Fotos e Vídeos de plantio em Socorro

No final de semana de 18 e 19 de abril, mais 3 mil novas árvores foram plantadas em Socorro, que fez uma parceria com o projeto "De Olho nos Rios" para plantar 180 mil mudas até o final do ano. Mais detalhes do projeto de 180 mil mudas em Socorro aqui.

No dia 18 foram plantadas 1500 mudas no Sítio São Francisco, no bairro Serrote, que é de propriedade da Prefeita da cidade, Marisa Pinto. E no dia seguinte foi a vez de 1500 mudas na Cachoeira dos Sonhos, no bairro Varginha, de propriedade de José Fernandes Franco. Nos dois dias de plantio foi realizada a Benção das Águas e as atividades contaram com a participação da Conexão Jaboti, de jovens de Socorro, e da comunidade.

Veja abaixo algumas fotos e vídeos do plantio na propriedade da Prefeita:

Prefeita com jovens da Conexão Jaboti

Benção das Águas e explicação sobre o projeto


video

Plantio



video




O projeto De Olho nos Rios visa contribuir para a conservação e proteção dos mananciais de abastecimento formadores das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. Para tal, promove ações de gestão integrada desses recursos hídricos junto à população rural de 19 municípios da região. Todas as ações previstas no projeto têm como objetivo o resgate cultural, a independência e geração de consciência crítica do público envolvido e a geração de emprego e renda através da implantação de alternativas econômicas junto à população rural. O projeto tem apoio da CATI regional de Bragança Paulista e patrocínio da Petrobras, através da Petrobras Ambiental.

Parceria no plantio em Socorro:

terça-feira, 21 de abril de 2009

Café da Manhã na Roça

Nos dias 15 e 16 de abril foi realizado o Curso de Café da Manhã na Roça, para moradoras da zona rural em Lindóia. Nos dois dias de oficina as participantes aprenderam a fazer biscoitos, bolos e pães e a proposta é que as mesmas levem este conhecimento para outras pessoas que não estiveram no curso, com o objetivo de transformar a prática numa possível atividade econômica no meio rural, para geração de renda.


O curso consistiu na parte prática e também em reflexões. Num momento da conversa, por exemplo, as participantes colocaram como uma das dificuldades para o desenvolvimento de novas atividades econômicas a falta de mobilização das pessoas para trabalhar em grupo. Porque as pessoas ficam desestimuladas à participação em atividades coletivas? Os interesses coletivos podem ficar acima dos interesses individuais? Como equilibrar os interesses coletivos e os individuais, sem que nenhum fique esmagado? Estes foram alguns dos questionamentos colocados, que podem auxiliar a elucidar questões sobre a participação de cada um na comunidade.


O curso Café da Manhã na Roças é uma das inúmeras atividades desenvolvidas pelo projeto De Olho nos Rios, que visa contribuir para a conservação e proteção dos mananciais de abastecimento formadores das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. Para tal, promove ações de gestão integrada desses recursos hídricos junto à população rural de 19 municípios da região. Todas as ações previstas no projeto têm como objetivo o resgate cultural, a independência e geração de consciência crítica do público envolvido e a geração de emprego e renda através da implantação de alternativas econômicas junto à população rural. O projeto tem apoio da CATI regional de Bragança Paulista e patrocínio da Petrobras, através da Petrobras Ambiental.

PRÓXIMAS ATIVIDADES PROJETO “DE OLHO NOS RIOS”

25/04 – Curso de Aproveitamento Integral de frutas e hortaliças (Bragança Paulista)

27/04 – Curso de Artesanato em Macramé (Águas de Lindóia)

28/04 – Curso de Costura em Retalhos – Moda Caipira (Águas de Lindóia)


Projeto "De Olho nos Rios" assina parceria com Prefeitura de Várzea para plantio de 11 mil mudas

Convênio foi assinado no dia 13 de abril. Veja abaixo matéria divulgada pela Prefeitura de Várzea Paulista.

Mais 11 mil árvores para Várzea Paulista
Parceria entre Prefeitura, Associação Mata Ciliar e empresa Metacortex do Brasil viabiliza projeto de reflorestamento na cidade

A recuperação de áreas de Mata Atlântica em Várzea Paulista é um dos grandes projetos desenvolvidos pelo Departamento de Meio Ambiente do município. Através da parceria entre a Prefeitura, a Associação Mata Ciliar e a empresa Metacortex do Brasil este sonho começa a se tornar realidade.

Nesta segunda-feira (13), representantes da empresa e da associação reuniram-se com o prefeito Eduardo Pereira para assinar contrato que firma parceria na realização do projeto de “Recuperação Urbana de Várzea Paulista”, no qual mais de 11 mil mudas de árvores nativas da região serão plantadas em áreas públicas do município dos bairros Jardim Promeca, Américas e Bertioga.

Prefeito Eduardo Pereira (terceiro da esq. p/ dir. com representantes da Mata Ciliar e da Metacortex

Com 105 mil habitantes, Várzea ocupa uma área de 36 quilômetros quadrados dos quais um terço é de proteção ambiental. “Nossa cidade teve uma ocupação periférica sem a preocupação da preservação ambiental. Portanto, a possibilidade de reflorestar o município é de suma importância e um ganho para todos”, celebra o prefeito.

Além da recomposição e enriquecimento florestal da região, o projeto também enfoca a educação ambiental com estudantes e a população, que serão convidados a participar do plantio das mudas com o auxílio da Mata Ciliar. Entre as mais de 80 espécies que serão cultivadas, estão mudas de Ypê, Cedro, Arueira e Pitangueira.

Cristina Harumi Adamia, coordenadora de fauna da Mata Ciliar, adianta que o plantio necessita de cuidados técnicos como covas no tamanho correto, adubação e limpeza da área. A idéia é que a população participe do plantio e se envolva com o cultivo das árvores. “Ninguém vai destruir um muda que plantou. Desta maneira vamos tentar cuidar das árvores até que elas se estabilizem, o que ocorre cerca de três anos após seu plantio”, explica. Durante este período as mudas serão acompanhadas semestralmente por técnicos. O plantio deve começar nas próximas semanas.

Ajudando o planeta

A empresa Metacortex do Brasil, que também atua em países da Europa, como Inglaterra, Espanha e Portugal, é especializada em projetos de produção em regiões tropicais. Por sua ligação ao setor florestal, implementa ações para atenuar a emissão de gases do efeito estufa através do plantio de árvores para o seqüestro de carbono. A empresa também atua em projetos de desenvolvimento sustentável com campanhas como “compre um produto e plante uma árvore”.
Os programas que estão na origem do projeto de reflorestamento formalizado em Várzea Paulista são o de sustentabilidade ambiental “Your Trees” (suas árvores) e o de preocupação com as alterações climáticas “Cool Projects”, ou “projetos legais”.

De acordo com o administrador executivo da Metacortex, Rui Ribeiro, a parceria com Várzea Paulista é apenas o início para a concretização de outros projetos. “Trabalhamos com a compensação de carbono através do plantio de árvores e o município luta exatamente para reflorestar suas áreas verdes. Essa união só trará benefícios, porque além de ajudar a cidade e a região, vai ajudar na preservação do planeta”.

As entidades que participam dos projetos da Metacortex e, conseqüentemente, beneficiam Várzea Paulista são MCF, Honda, Hotéis Tivoli, Amegad e FAAP. Mais informações sobre a empresa podem ser obtidas no site http://www.metacortex-consulting.com/.

Sequestro de carbono

O sequestro de carbono é um processo de remoção de gás carbônico que ocorre principalmente em oceanos, florestas e outros organismos que, por meio de fotossíntese, capturam o carbono e lançam oxigênio na atmosfera. É a captura e estocagem segura de gás carbônico (CO2), que pode evitar sua emissão e permanência na atmosfera terrestre.

As atividades humanas como a queima de combustíveis fósseis e a utilização de calcário para a produção de cimento, bem como os diferentes usos da terra, associados ao desmatamento e queimada são as principais causas do rápido aumento dos níveis de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera, contribuindo para o aquecimento global.



O projeto “De Olho nos Rios” visa contribuir para a conservação e proteção dos mananciais de abastecimento formadores das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. Para tal, promove ações de gestão integrada desses recursos hídricos junto à população rural de 19 municípios da região. Todas as ações previstas no projeto têm como objetivo o resgate cultural, a independência e geração de consciência crítica do público envolvido e a geração de emprego e renda através da implantação de alternativas econômicas junto à população rural. O projeto tem apoio da CATI regional de Bragança Paulista e patrocínio da Petrobras, através da Petrobras Ambiental.

quinta-feira, 16 de abril de 2009


Plantio de Socorro é destaque no Portal Terra

No dia 16/04, o site Ecofalante, do portal Terra, deu destaque às atividades de plantio de mudas em Socorro/SP, atividade realizada pelo projeto "De Olho nos Rios". Veja a matéria aqui.



O projeto “De Olho nos Rios” visa contribuir para a conservação e proteção dos mananciais de abastecimento formadores das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. Para tal, promove ações de gestão integrada desses recursos hídricos junto à população rural de 19 municípios da região. Todas as ações previstas no projeto têm como objetivo o resgate cultural, a independência e geração de consciência crítica do público envolvido e a geração de emprego e renda através da implantação de alternativas econômicas junto à população rural.


O projeto tem apoio da CATI regional de Bragança Paulista e patrocínio da Petrobras, através da Petrobras Ambiental.


Parceiro do plantio em Socorro:

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Divulgação internacional
Matéria sobre Centro de Reabilitação de Animais Silvestres da Mata Ciliar na National Geographic

Veja aqui o vídeo da matéria "Animals Find New Hope"

É dada a largada em novos plantios de mudas

O dia 13 de abril foi muito especial para o projeto "De Olho nos Rios". Além da equipe participar de um plantio simbólico de 50 mudas na Prefeitura de Socorro, evento que oficializou o início do plantio de 180 mil mudas no município, o projeto assinou um convênio com a Prefeitura de Várzea Paulista para o plantio de 40 mil mudas na cidade. Esse trabalho, que deve ter início ainda em abril, contará com a parceria da empresa portuguesa Metacortex, que desenvolve projetos de sequestro de carbono.

Veja em breve mais informações sobre os plantios no blog.

O projeto “De Olho nos Rios” visa contribuir para a conservação e proteção dos mananciais de abastecimento formadores das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. Para tal, promove ações de gestão integrada desses recursos hídricos junto à população rural de 19 municípios da região. Todas as ações previstas no projeto têm como objetivo o resgate cultural, a independência e geração de consciência crítica do público envolvido e a geração de emprego e renda através da implantação de alternativas econômicas junto à população rural.

O projeto tem apoio da CATI regional de Bragança Paulista e patrocínio da Petrobras, através da Petrobras Ambiental.

Soltura de pássaros

No dia 2 de abril, o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres da Mata Ciliar recebeu 44 pássaros que tinham sido apreendidos pela Polícia Ambiental de um caçador. Eram trinca-ferros, azulões, bigodinho, sabiás, entre outros. Depois de serem examinados pela equipe de veterinários do CRAS e ter sido constatado que, felizmente, estavam em bom estado de saúde, foi feita a opção pela soltura dos pássaros.

A soltura foi feita no dia 3 de abril numa propriedade em Itupeva, na Serra do Japi. Veja abaixo um vídeo com os melhores momentos e uma mensagem da Mata Ciliar.

video

Jovens da Conexão Araucária identificam espécies da mata ciliar e coletam óleo usado

Os estudantes do “Projeto Jovens de Pinhalzinho - Conexão Araucária” (representantes da comunidade do município de Pinhalzinho/SP no projeto “De Olho nos Rios”) continuam suas atividades com gás total no mês de abril.

Na semana passada os jovens recolheram mais óleo de fritura residual em estabelecimentos comerciais no município e deixaram novos galões para coletas futuras. O trabalho de reaproveitamento de óleo usado faz parte de uma parceria do “De Olho nos Rios” com a ONG Oxigênio, que direciona o material coletado para produção de biodiesel. Em breve outros municípios atendidos pelo “De Olho nos Rios” começarão a coleta de óleo usado.



No início de abril os estudantes também fizeram um trabalho de campo no córrego do Bairro Fazenda Velha, afluente de uma das microbacias do rio Camanducaia. Os jovens desceram a trilha fazendo a identificação de espécies nativas da mata ciliar e aproveitaram para coletar algumas sementes que servirão para produção de mudas.



O projeto “De Olho nos Rios” visa contribuir para a conservação e proteção dos mananciais de abastecimento formadores das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. Para tal, promove ações de gestão integrada desses recursos hídricos junto à população rural de 19 municípios da região. Todas as ações previstas no projeto têm como objetivo o resgate cultural, a independência e geração de consciência crítica do público envolvido e a geração de emprego e renda através da implantação de alternativas econômicas junto à população rural.

O projeto tem apoio da CATI regional de Bragança Paulista e patrocínio da Petrobras, através da Petrobras Ambiental.


Trabalho precursor de reprodução de jaguatiricas por transferência de embrião é divulgado no SPTV

No dia 11 de abril foi ao ar no SPTV e jornais locais da Rede Globo matéria sobre o trabalho de reprodução de jaguatiricas através da técnica de transferência de embrião. O trabalho é desenvolvido no Centro Brasileiro de Felinos Selvagens, da Mata Ciliar, em parceria com instituições norte americanas. E é o primeiro trabalho do gênero realizado na América Latina (mais detalhes abaixo).


Jaguatiricas nascidas de transferência de embrião são os primeiros animais selvagens “de proveta” da América Latina

Duas jaguatiricas nascidas em janeiro de 2008 por processo de transferência de embrião completaram um ano e novas “jaguatiricas” de proveta serão esperadas a partir de julho, quando será realizado um novo procedimento visando repetir o sucesso do primeiro. O trabalho científico pioneiro é realizado no Centro Brasileiro de Felinos Selvagens, em Jundiaí (SP), projeto da Associação Mata Ciliar que trabalha em prol da conservação das oito espécies de felinos que ocorrem no país.

As jaguatiricas de pouco mais de um ano foram os primeiros animais selvagens nascidos por transferência de embrião no Brasil e na América Latina – sendo a segunda experiência de reprodução com o uso da técnica no mundo.

A técnica de transferência de embrião já é comumente usada para animais domésticos, mas a aplicação para reprodução de animais selvagens ainda é restrita. O nascimento das jaguatiricas no Centro Brasileiro de Felinos Selvagens faz parte de uma parceria que a Mata Ciliar tem com a AZA – Association of Zoos and Aquariums e com o Cincinnati Zoo & Botanical Garden, uma instituição norte-americana que é precursora na técnica de transferência de embrião em felinos selvagens. O convênio da Mata Ciliar com as instituições americanas prevê o trabalho de conservação e gerenciamento de banco genético da subespécie de jaguatirica endêmica do Brasil.

Segundo Cristina Harumi Adania, coordenadora de fauna da Mata Ciliar, a reprodução das jaguatiricas com esta técnica auxilia de forma significativa na minimização de problemas enfrentados no manejo dos animais em cativeiro, consistindo em um importante dado científico para a conservação de felinos selvagens. “Outros experimentos devem ser realizados, mas a utilização desta técnica com a jaguatirica pode ser também adotada com sucesso para as outras espécies de felinos ameaçados no Brasil. Futuramente, isto pode significar menos cativeiro e, ao mesmo tempo, garantir um banco genético necessário para garantir a preservação das espécies”, explica.

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Adote um Animal e Plante uma Muda
A Associação Mata Ciliar lançará em breve duas campanhas na qual você poderá ajudar a manter os projetos da ONG, colaborando para um mundo ambientalmente mais sustentável: "Adote um Animal" e "Plante uma Muda".
Através do "Plante uma Muda" você poderá colaborar comprando mudas que serão usadas em projetos de recuperação de áreas desenvolvidos pela Mata Ciliar e receberá informações destas atividades todo mês em seu e-mail. A Mata Ciliar mantém 4 viveiros de mudas nativas e colabora com projetos de plantios em vários municípios do interior de SP.
E com o "Adote um Animal", você poderá escolher um animal para adotar - com direito a certificado com foto, informações mensais e agendamento de visitas - pagando um valor mensal, que será usado para a manutenção do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) da Mata Ciliar. Embora seja um centro de referência na região de Jundiaí para órgãos como a Polícia Ambiental e o Corpo de Bombeiros, hoje o CRAS não tem nenhum patrocínio e é mantido, com muito esforço, através da colaboração de voluntários e de pessoas que gostam de animais.

Estamos terminando a estruturação das campanhas e na próxima semana divulagaremos as informações e formas de ajudar. Se você ainda não está cadastrado em nosso mailing, escreva para comunicacao@mataciliar.org.br, para receber as informações das campanhas.
Enquanto isso, conheça alguns dos nossos candidatos à adoção e vá escolhendo seu protegido...

Ísis, lobo-guará

Gardenal, bugio

Ilha e Lost, jaguatiricas

Araras (vermelhas e Canidés)

Tatuzinho, tatu-peba